Protecção Civil alerta para o risco elevado de incêndio no Alentejo

No seguimento da previsão de altas temperaturas para as próximas 72 horas, a Protecção Civil emitiu, esta tarde, um alerta de risco de incêndio elevado para o Alentejo.

De acordo com a Protecção Civil, prevê-se que nas próximas horas haja uma “intensificação gradual do vento e uma subida da temperatura máxima, com maior incidência na região Sul e no Vale do Tejo”.

Ainda de acordo com a informação veiculada, nos próximos dias prevê-se baixas percentagens  de humidade, vento que pode ultrapassar os 35km/h e temperaturas acima a rondar os 40ºC durante o dia e acima dos 20ºC durante a noite.

A Protecção Civil recorda que não é permitido:

– A queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, está sujeita a autorização da autarquia local, devendo esta definir o acompanhamento necessário  a sua concretização, tendo em conta o risco do período e zona em causa;

– O uso de fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural, excepto se usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados para o efeito;

– O lançamento de balões com mecha acesa e de foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da respetiva Câmara Municipal;

– Fumigar ou desinfectar apiários excepto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas.

Nos locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja máximo, não é permitido a realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a motorroçadoras de cabeça de corte de disco, corta-matos e destroçadores.