Escavações arqueológicas em Olivença descobrem ossadas humanas com centenas de anos

A arqueóloga que esteve à frente deste trabalho, Susana Díaz, verificou que a actual Torre de 37 metros de altura é baseada numa fundação original, também na forma de uma torre de 14 metros de altura. Para isso, foram realizadas cinco escavações arqueológicas nas áreas de contraforte, que atingiram 2 metros de profundidade.

Destas escavações resultou a descoberta de ossadas humanas que foram exumados por Díaz para que possam ser estudados pela antropóloga. No momento, os resultados extraídos dos túmulos localizados são desconhecidos, nos quais se deve observar que um corpo adulto, e de uma mulher carregando uma criança nos braços.

 

As intervenções realizadas fazem parte do projecto “Rotas Culturais e Desenvolvimento do Lago Alqueva 2020” (RCD-LA 2020), que é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional no âmbito do Programa de Cooperação Interreg V Espanha-Portugal (POCTEP). É um programa inovador de produtos e serviços turísticos baseado nos recursos endógenos e diferenciadores do espaço cooperativo de língua espanhola para o desenvolvimento do Destino Alqueva.