Autárquicas: Cabeça de lista do Chega em Sousel quer criar emprego para fixar população

Chega

O candidato do partido Chega à Câmara de Sousel (Portalegre), Luís Madeira, quer vencer as eleições autárquicas deste ano para criar emprego e desenvolver uma política vocacionada para a ação social, para fixar população.

Quero também desenvolver as potencialidades económicas do concelho de Sousel ao nível das infraestruturas que tem, como a pousada, matadouros, que contribuirão em grande forma para poder fixar a população e dar-lhe condições sociais”, disse.

Geógrafo e militar na reforma, Luís Madeira, de 70 anos, quer também desenvolver mecanismos de ocupação de tempos livres para as crianças, com atividades que passam, por exemplo, pelo desporto e pela música.

O candidato do Chega lamentou que não tenham sido criados nos últimos anos mecanismo de “atração” para o interior do país, considerando ainda que os concelhos do Alentejo estão “muito fechados”, porque falta um “porta-voz” junto do Governo para defender os interesses da região.

Não há ligação entre os autarcas dos concelhos do interior com os deputados eleitos pelos círculos eleitorais”, lamentou.

A Câmara de Sousel é liderada pelo socialista Manuel Valério, de 47 anos, que vai recandidatar-se a um segundo mandato.

O PSD também já anunciou que vai candidatar o antigo presidente do município, Armando Varela, de 55 anos.

O executivo municipal de Sousel é composto por quatro eleitos do PS e um eleito pelo PSD.

As eleições autárquicas têm de ser marcadas pelo Governo para entre 22 de setembro e 14 de outubro.