Utilizar um relógio digital em plena condução pode dar multa, alerta a GNR

Relógio digital

Com a evolução tecnológica surgiram os relógios digitais que, na sua maioria, já têm muitas das funções de um “smart phone”.

Neste sentido o Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana, veio a público alertar para o facto da utilização destes equipamentos também pode valer uma multa.

Segundo a GNR, “verifica-se cada vez mais o uso dos relógios digitais durante a condução, pelo que se informa que os equipamentos referidos são considerados aparelhos radiotelefónicos, com sistema de alta voz, e os condutores que durante o ato da condução, utilizarem ou manusearem o referido aparelho de forma continuada, incorrem numa infração”.

A GNR invoca o artigo 84.º do Código da Estrada, onde é referido que “é proibida ao condutor, durante a marcha do veículo, a utilização ou o manuseamento de forma continuada de qualquer tipo de equipamento ou aparelho suscetível de prejudicar a condução, designadamente auscultadores sonoros e aparelhos radiotelefónicos.”