Autárquicas: CDU candidata Vítor Jacinto em Almodôvar

CDU

O motorista aposentado Vítor Jacinto, de 66 anos, é o candidato da CDU à Câmara de Autárquicas: CDU candidata Vítor Jacinto em Almodôvar (Beja), de maioria PS, nas eleições autárquicas de 26 de setembro, disse hoje o próprio à agência Lusa.

Vítor Jacinto candidata-se como independente pela coligação liderada pelo PCP e que integra também o Partido Ecologista “Os Verdes”.

O candidato revelou à Lusa que a sua “ambição” é ser “uma alternativa diferente daquelas que têm governado” o concelho alentejano, atualmente de maioria PS, mas que também já teve gestão do PSD.

A minha intenção é colocar à disposição dos eleitores uma candidatura de mudança em relação ao que tem sida a prática autárquica” em Almodôvar, acrescentou.

O candidato argumentou ainda que aceitou o convite da CDU por ter encontrado neste município alentejano “um clima de medo que julgava já não existir 47 anos depois do 25 de Abril”.

“As pessoas [estão] fortemente condicionadas, com receio de represálias e com receio de se candidatarem”, alegou.

Entre as propostas que vai apresentar, Vítor Jacinto destacou a necessidade de se investir nas “infraestruturas enterradas”, nomeadamente de abastecimento de água e de saneamento.

Creio que, neste momento, é o mais necessário, não só em Almodôvar como em todo o país”, no que respeita a matérias “que competem às câmaras municipais”, afirmou.

O candidato comunista vai também propor que a câmara municipal deixe de ser “uma ‘casa de negócios’, que compra serviços e empreitadas a ‘torto e a direito’ e não faz nada por administração direta”.

As câmaras têm de ser equipadas para darem resposta aos problemas das pessoas, sobretudo no setor operário, que é onde tem havido mais desinvestimento, quer em meios, quer em recursos humanos”, justificou.

Além de Vítor Jacinto, concorrem à Câmara de Almodôvar o atual presidente, António Bota (PS), que cumpre o segundo mandato, o ex-autarca António Sebastião (PSD) e a professora Cristina Ferreira (Bloco de Esquerda).

O executivo municipal é composto neste mandato por quatro eleitos do PS e um do PSD.

As eleições autárquicas estão marcadas para o dia 26 de setembro.