Vila Viçosa: Presidente da Junta de Bencatel lamenta encerramento do balcão do Crédito Agrícola

Crédito agricola

Depois de ter vindo a público a intenção da Caixa de Crédito Agrícola de encerrar o balcão na freguesia de Bencatel, no concelho de Vila Viçosa, o executivo da Junta de Freguesia emitiu esta quarta-feira um comunicado lamentando a situação.

No comunicado remetido à redação d’ODigital.pt, o presidente da Junta de Freguesia de Bencatel, José Cardoso, diz que “estamos contra esta medida, que muito prejudica a população de Bencatel, principalmente os mais idosos.

O autarca deixa claro que “tratando-se de uma instituição privada, o executivo da Junta de Freguesia não tem poder para intervir na decisão tomada” e que em reunião com os administradores da Caixa Agrícola, foi-lhe disto que a referida agência “apresentava prejuízos para a instituição, apresentando vários constrangimentos económicos.”

José António afirma em comunicado que, a acontecer o encerramento do balcão, “Bencatel ficaria consequentemente sem uma caixa multibanco, pois o edifício onde atualmente se encontra é de propriedade privada.

O presidente da Junta de Freguesia refere ainda que já “disponibilizou o edifício da Junta para a colocação do referido multibanco, apesar de ter que assumir parte das obras necessárias para o efeito”, dando assim a entender que a decisão do encerramento do balcão é definitiva.

No comunicado José Cardoso afirma ainda que “a Caixa Agrícola informou-nos, ainda, de que existia uma proposta de acordo mútuo entre o Presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa e a Caixa Agrícola, para aquisição de uma carrinha de auxílio nas deslocações à sua agência de Vila Viçosa.

Conclui reiterando que “a melhor solução para a população de Bencatel seria o não encerramento desta agência, pelo que esperamos que a qualquer momento a Caixa Agrícola volte atrás na decisão tomada.