Sexta-feira, Dezembro 9, 2022
Pub

Vila Viçosa: Presidente da Assimagra diz que setor dos mármores está unido “em prol do mesmo objetivo”

- Publicidade -
- Publicidade -

Câmara Municipal de Vila Viçosa e a Assimagra, enquanto associação que representa a Indústria Portuguesa dos Recursos Minerais, promoveram esta segunda-feira, dia 8 de novembro, o I Encontro entre os empresários do sector do Mármore, desta região, entre os proprietários das zonas de exploração e entre os Presidentes de Câmara do Anticlinal.

Este encontro decorreu no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa e contou com a presença pdo presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, Inácio Esperança, do presidente da Câmara Municipal de Alandroal, João Grilo, do presidente da Câmara Municipal de Borba, António Anselmo, do presidente da Câmara Municipal de Estremoz, José Sádio, do presidente executivo da Assimagra, Miguel Goulão, e da vice-presidente da Assimagra, Célia Marques.

“Nesta reunião preparou-se o caminho para que o futuro possa ser mais risonho”

No final da reunião ODigital.pt falou com o presidente da Assimagra, Miguel Goulão, que nos explicou que “o motivo da reunião teve a ver sobretudo com aquilo que é das dificuldades que hoje a indústria aqui na região encontra para resolver os seus problemas”, acrescentando que “nesta reunião preparou-se o caminho para que o futuro possa ser mais risonho às empresas que hoje já têm tantas dificuldades, como os custos de contexto que são tão elevados, a energia, a falta de mão de obra, mas de facto há tanta coisa que hoje dificulta esta atividade económica que não fazia sentido que o setor não se unisse em prol do mesmo objetivo.

“Esteve em causa nesta reunião, foi a forma de como ajudar o setor a licenciar-se e a cumprir a lei”

Miguel Goulão frisou que um dos principais obstáculos ao desenvolvimento do setor “são os processos de licenciamento” e o que “esteve em causa também nesta reunião, foi a forma de como ajudar o setor a licenciar-se e a cumprir com aquilo que são os objetivos da lei e como é óbvio ninguém pode estar em cima da lei e o setor quer fazer esse trabalho em conjunto”.

“É muito importante que nós tenhamos uma visão de planeamento adequada”

Já sobre as possíveis revisões dos PDM’s para o melhor desenvolvimento da industria dos mármores, Miguel Goulão disse que “somos um setor que depende do acesso ao território e o acesso ao território só se faz através do planeamento, pelo que, é preciso compatibilizar os usos do território”, frisando que “é muito importante e todos nós sabemos que as estradas são um problema a convivência das mesmas com as pedreiras e são um problema e é muito importante que nós tenhamos uma visão de planeamento adequada para que as estradas possam ter outros percursos e as pedreiras possam continuar a existir e a perdurar porque é de facto uma atividade económica muito importante aqui na região.”

“O que está em causa não é estarmos à espera de apoios financeiros, é estarmos disponíveis para fazer o nosso trabalho”

Já sobre possíveis apoios e fundos vindos do Plano de Recuperação e Resiliência, o presidente da Assimagra afirmou que “as ajudas que puderem vir são bem-vindas, mas as empresas sobretudo têm que perceber que tem também elas de fazer o seu trabalho e aquilo que hoje está em causa não é estarmos à espera de apoios financeiros de qualquer ordem de grandeza é estarmos disponíveis para fazer o nosso trabalho e essa foi a mensagem que daqui saiu e a mensagem que uniu as empresas

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Alentejo foi a única região onde não aumentou o número de estabelecimento com a valência de radiologia

Os exames de radiologia representaram a terceira maior despesa convencionada do Serviço Nacional de Saúde (SNS) em 2021, com um gasto de mais de...

Associação de Municípios do Alentejo Central apresenta resultados da recolha de resíduos porta-a-porta

A AMCAL – Associação de Municípios do Alentejo Central, apresenta na próxima segunda-feira, 12 de dezembro, a partir das 14:30h, no auditório da Biblioteca...