Vila Viçosa: Cruz Vermelha pediu apoio para o centro de acolhimento e “em menos de 24H superámos o necessário”

Pedido de apoio da Cruz Vermelha de Vila Viçosa

Conforme ontem noticiámos, a Delegação de Vila Viçosa da Cruz Vermelha Portuguesa emitiu um comunicado pedindo apoio à população para equipar as salas de acolhimento Covid-19 de Vila Viçosa.

A Cruz Vermelha pedia “lenções, almofadas, cobertores e fronhas (roupa de inverno)”, que eram “necessárias para completar as salas de acolhimento (Covid-19), num total de 40 camas, no concelho de Vila Viçosa”.

Já esta terça-feira a Delegação de Vila Viçosa veio a público informar que “em menos de 24 H superámos o necessário”, pelo que “pára a Recolha dos bens solicitados”.

Na comunicação feita a Delegação de Vila Viçosa da Cruz Vermelha agradece “o espírito fraterno e solidário, demonstrado pelos Cidadãos, que nos fizeram chegar, em menos de 24h, uma razoável quantidade de roupa de cama. Muitos foram os que colaboraram, desde os Concelhos de Vila Viçosa, Borba, Estremoz, Elvas, Évora, Reguengos de Monsaraz, Alandroal, Lisboa, Sintra , entre outros  não identificados.”

Recordamos que, na sequência do surto de Covid-19  que eclodiu no dia 14 de Outubro, o concelho de Vila Viçosa já regista mais de 100 casos ativos.