Viana do Alentejo: Depois de 4 anos de requalificação, Santuário da Senhora d’Aires reabriu (c/fotos)

Santuário Senhora d'Aires

Depois de algum tempo encerrado devido a obras de requalificação, o Santuário de Nossa Senhora d’ Aires, de Viana do Alentejo, no distrito de Évora.

O cardeal D. José Tolentino Mendonça presidiu hoje à reabertura do Santuário de Nossa Senhora d’Aires, em Viana do Alentejo, valorizando o facto da Senhora da Piedade ser “uma imagem achada” que desafia a reencontrar as “fontes da esperança”.

“Deixo um desafio: tornem este santuário um lugar de vida, de renovação espiritual, tornem este lugar uma fonte onde se vem beber, no meio do calor da paisagem”, afirmou na homilia da Missa D. José Tolentino Mendonça.

O Santuário de Nossa Senhora d’Aires, situado em Viana do Alentejo (Arquidiocese de Évora), iniciou há quatro anos obras de requalificação, restauro e museologia, e reabriu as suas portas este sábado, no fim de uma Missa presidida pelo arquivista e bibliotecário da Santa Sé.

De acordo com a informação disponibilizada pela Fábrica da Igreja Paroquial de Viana do Alentejo, o investimento nas obras realizadas foi de 1.878.370.80 euros, repartido por três entidades: Alentejo 2020 (75% – 1.191.347,99€), Fábrica da Igreja Paroquial de Viana do Alentejo (12,5% – 198.558,00€) e Município de Viana do Alentejo (12,5% – 198.558,00€).

De salientar que nesta cerimónia marcaram ainda presença o presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Bengalinha Pinto, a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, o Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, António Ceia da Silva, a Diretor Regional de Cultura, Ana Paula Amendoeira, entre outras entidades civis e religiosas.

Fique de seguida com as imagens desta cerimónia, numa reportagem de Hugo Calado: