Vendas Novas: Autarquia pronuncia-se sobre maus cheiros no concelho e considera situação “intolerável”

Fotos: D.R.

A Câmara Municipal de Vendas Novas, no distrito de Évora, veio a público, esta semana, pronunciar-se sobre o mau cheiro que tem assolado esta localidade alentejana.

A Autarquia, dada a lamentável, recorrente e intolerável situação do mau cheiro vivida no concelho e que em tanto prejudica o bem-estar das nossas populações, agiu desde a primeira hora.

“Depois de múltiplas tentativas de resolução do problema junto da empresa Extraoils – Oils 4 The Future, Lda. e das entidades competentes e face ao reiterado incumprimento desta unidade industrial, foi decidido pela Câmara Municipal há três meses a suspensão das descargas da mesma no sistema de esgoto público, única ação legal possível de executar pelo Município nesta matéria”, refere em comunicado.

Explica ainda que “foi ainda instaurado pelo Município um processo de contraordenação à empresa em causa, tal como definido na legislação em vigor” e que “uma vez que a Extraoils – Oils 4 The Future, Lda. contra-argumentou a decisão tomada pela Câmara (formalismo obrigatório por lei), decorrem ainda procedimentos necessários para que possa ser finalmente encerrado o coletor”.

“Além disto, o Município esclarece que a APA – Agência Portuguesa do Ambiente e o IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, entidades a quem foi reportada a situação desde o primeiro momento, são as únicas entidades com competência respetivamente na avaliação do cumprimento dos parâmetros ambientais e no licenciamento industrial”, destaca.

“Tal como a população vendasnovense e para que não restem dúvidas, o Município de Vendas Novas quer ver este problema resolvido o quanto antes e continuará a desenvolver todas as diligências necessárias para devolver a qualidade de vida que sempre promoveu neste território alentejano”, remata.