Vem aí a Filomena. Uma depressão que traz vento, frio e alguma chuva

Meteorologia

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera vem ai a Depressão Filomena, que trás vento, frio e alguma chuva, que pode mesmo ser neve.

Segundo as previsões, os efeitos desta depressão no território continental serão essencialmente sentidos na região Sul entre a tarde de quarta (dia 7) e sexta-feira (dia 9), prevendo-se um aumento da intensidade do vento sendo por vezes forte (até 45 km/h) de nordeste, em especial na serra de Monchique e junto ao litoral, onde as rajadas poderão atingir 60/70 km/h.

Prevê-se também a ocorrência de precipitação na região Sul, estendendo-se às regiões Norte e Centro apenas no dia 9, com possibilidade de queda de neve acima de 700/900 metros.

De salientar que as previsões meteorológicas apontam para a continuação de tempo frio, pelo menos até dia 8 de janeiro, sexta-feira, devido ao transporte de uma massa de ar frio associada a um fluxo predominante de nordeste. No entanto, com a aproximação de uma depressão proveniente de sudoeste, espera-se uma ligeira subida dos valores de temperatura, em especial nas regiões Sul e Centro nos dias 7 e 8 de janeiro, e uma intensificação do vento com um consequente aumento do desconforto térmico.

A temperatura mínima deverá variar entre -6 a 6°C até ao início da próxima semana na generalidade do território, e temporariamente poderá alcançar entre 6 a 8°C nos dias 7 e 8 de janeiro, em alguns locais da região Sul.

Haverá formação de gelo ou geada, em especial no interior, que poderá permanecer ao longo do dia em zonas sombrias do interior Norte e Centro, com possíveis impactos na circulação rodoviária.

As previsões para a próxima semana, de 9 a 15 de janeiro, sinalizam a continuação de tempo frio em todo o Continente, com diversas capitais de distrito com previsões de temperatura mínima baixas para a época, a cumprir os critérios para a emissão de novos avisos.

Fonte: IPMA