Vários percursos pedestres do Parque Natural da Serra de São Mamede vão ser reabilitados

Percursos pedestres

A Câmara Municipal de Portalegre assinou, recentemente, com a empresa Floema, Lda., o auto de consignação para a empreitada de valorização de percursos pedestres do Parque Natural da Serra de São Mamede, Alegrete, Reguengo e Ribeira de Nisa.

Nesta empreitada de reconhecimento da relevância estratégica do Parque Natural da Serra de São Mamede e dos seus recursos endógenos, que teve início a 28 de junho, serão intervencionados 35,7 Km, distribuídos por três localidades, designadamente Alegrete (Corredor ecológico – 3,38 Km e PR3-PTG -10,7 Km), Reguengo (PR2-PTG – 10,3 Km) e Ribeira de Nisa (PR4 – PTG – 11,32 Km).

Segundo explica a autarquia, “os trabalhos consistirão principalmente, na limpeza e desmatação pontual de todos os trilhos, apenas para permitir a circulação pedestre, sem prejuízo do equilíbrio ecológico envolvente.”

A edilidade indica ainda que “serão também construídas estruturas amovíveis, de forma a apoiar os ecoturistas e estudantes de temáticas relacionadas com a conservação da natureza e a biodiversidade, principalmente ligados à Ornitologia. Esta área protegida é de grande importância, quer ao nível ibérico quer ao nível nacional, integrando a rota migratória de muitas espécies de aves entre a Europa e África, tendo sido inventariadas pelo Atlas das Aves do Parque Natural da Serra de São Mamede, aproximadamente 150 espécies, nidificando cerca de 40 aves na área protegida em referência.”

“Também a sinalética orientativa e interpretativa será requalificada, acrescentando-se a esta intervenção a criação de painéis informativos, mesas de interpretação da paisagem e balizadores de orientação”, informa ainda a mesma fonte.

Esta empreitada, cofinanciada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Alentejo 2020 – PORA, terá o valor de 20.803.54€ (a que acresce IVA à taxa legal em vigor) e um prazo de execução de 90 dias.