Terça-feira, Novembro 29, 2022
Pub

União das Misericórdias visitou Vila Viçosa para conhecer o trabalho social feito pela autarquia e pela Misericórdia (c/fotos)

- Publicidade -
- Publicidade -

Uma comitiva da União das Misericórdias, liderada pelo seu presidente Manuel Lemos, esteve, esta quarta-feira, em Vila Viçosa, no distrito de Évora, para conhecer o trabalho da Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa, bem como conhecer o trabalho de parceria com a Câmara Municipal.

Esta foi a primeira ação pública de Manuel Lemos após assumir a liderança da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES).

A comitiva foi recebida no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Vila Viçosa, onde o presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, Inácio Esperança, destacou “as várias parcerias com a Santa Casa da Misericórdia e que resultam num trabalho bastante importante para a comunidade”.

Inácio Esperança deu a conhecer aos representantes da União das Misericórdias a “intenção de construir duas Estruturas Residenciais para Idosos no concelho”, referindo que “somos o concelho do distrito de Évora com menos camas per capita, temos 71 camas para um concelho com cerca de 9 mil habitantes”.

Já gastamos 120 mil euros em dois projetos, um para Ciladas e outro para Bencatel, só que o de Bencatel está mais avançado porque o terreno já era nosso e em São Romão essa questão ainda está a ser tratada e por isso para Bencatel já estamos em condições de lançar o concurso público”, informou o autarca.

Já Jorge Rosa, Provedor da Misericórdia de Vila Viçosa, nas palavras que proferiu na cerimónia, salientou que “o nosso papel é resolver dentro do possível os problemas sociais e sempre em parceria, as instituições não podem andar de costas voltadas”, deixando claro que “as solicitações são muitas e os recursos são escassos e por isso as parcerias são essenciais”.

Jorge Rosa sublinhou o “papel que a Misericórdia teve no combate à pandemia” no concelho, mas deixou claro que atualmente são “vários os desafios que a instituição tem pela frente, nomeadamente o da sustentabilidade, temos grandes custos com os combustíveis, energia, produtos alimentares, os recursos humanos, sendo que outro dos nossos desafios é a falta de camas para resolver o problema dos nossos idosos”.

O provedor da Misericórdia de Vila Viçosa concluiu referindo que “temos vontade de continuar a trabalhar em conjunto para resolver os problemas que vão surgindo”.

Por sua vez, Manuel Lemes, presidente da União das Misericórdias, começou por dizer que “muitas vezes queixamo-nos muito do Estado, mas o Estado passa muito pelas pessoas que ocupam as funções e quando as pessoas têm uma certa postura as coisas ficam mais fáceis”, elogiando assim José Ramalho, diretor do Centro Distrital da Segurança Social.

Já sobre o trabalho da Misericórdia de Vila Viçosa, Manuel Lemos afirmou que “é um trabalho que nos orgulha a todos, porque fazem um trabalho discreto, não andam por aí a dizer que estão a fazer, fazem!

José Ramalho, diretor do Centro Distrital da Segurança Social, destacou “a relação de proximidade que o atual executivo de Vila Viçosa tem com todos”, destacando depois as “onze valências de qualidade que a misericórdia disponibiliza em pro da comunidade e do concelho que tem a menor taxa de camas para idosos do distrito”.

José Ramalho concluiu frisando que o “grande desafio da Misericórdia de Vila Viçosa vai ser acompanhar a mudança do mundo, nomeadamente tendo em conta a sustentabilidade”.

Fique de seguida com as imagens desta receção na Câmara Municipal:

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Alter do Chão com orçamento de 8,3ME em 2023 virado para apoios sociais, educação e cultura

Os apoios sociais, a educação e a cultura ocupam a “maior fatia” do orçamento da Câmara de Alter do Chão (Portalegre) para 2023, que...

Banco Montepio e JAP juntos na 2.ª edição do Social Innovation Camp

O Banco Montepio e Junior Achievement Portugal (JAP) juntaram-se na 2.ª edição do Social Innovation Camp, um concurso direcionado para alunos de escolas secundárias...