Turismo Alentejo promove gastronomia em torno dos recursos Silvestres em Mértola

Frutos silvestres

Neste mês de outubro, a Turismo do Alentejo e do Ribatejo, E.R.T., uma das entidades promotoras do projeto Alentejo Natural Products, vai levar à cozinha um dos tesouros escondidos do Alentejo: os Recursos Silvestres.

Com duas apresentações de showcooking no Fórum Internacional dos Recursos Silvestres – a decorrer durante o dia 22 de outubro na XII Feira da Caça de Mértola – e outras duas ações de promoção, outubro é mês de celebrar um Alentejo menos conhecido.

Recorde-se que o Alentejo Natural Products tem como missão promover – sobretudo no plano internacional – os Recursos Silvestres da região, através da montagem de uma rede de empresas ligadas aos produtos e da identificação de mercados chave para a sua difusão. Entre os recursos trabalhados pelo projeto estão a Apicultura, os Cogumelos, os Figos da Índia, o Medronho, as Plantas Aromáticas e Medicinais, os Recursos Cinegéticos e os Recursos Piscícolas de Águas Interiores.

Em outubro, o projeto contará com a parceria do reconhecido chef Leopoldo Calhau para desenvolver sabores inovadores a partir dos Recursos Silvestres do Alentejo. Com uma ligação profunda à cultura e à gastronomia alentejanas, os projetos gastronómicos de Leopoldo Calhau nunca perderam a região de vista. Ainda que sediados em Lisboa, os espaços do chef — atualmente, a Taberna do Calhau e o mais recente Bla Bla Glu Glu — apresentam à mesa um encontro entre sabores clássicos e novas ideias, prestando homenagem à longa tradição gastronómica do Alentejo.

No dia 22 de outubro, o chef levará esse encontro à XII Feira da Caça de Mértola, no âmbito do Fórum Internacional dos Recursos Silvestres, onde será responsável por duas apresentações de showcooking abertas ao público. Às 12h, Leopoldo Calhau veste o avental para, ao vivo, apresentar propostas de entradas tendo por base os produtos promovidos pelo Alentejo Natural Products. E às 19h é a vez dos petiscos, desenvolvidos também a partir dos Recursos Silvestres alentejanos. O local das apresentações contará ainda com um espaço para exposição dos produtos.

Para Vítor Silva, Presidente da Turismo do Alentejo e do Ribatejo, E.R.T., as oportunidades de promoção dos Recursos Silvestres do Alentejo são entusiasmantes. “O projeto Alentejo Natural Products nasceu de uma oportunidade: internacionalizar um conjunto de recursos alentejanos menos conhecidos. Há muito espaço para mostrar o potencial dos Recursos Silvestres do Alentejo na gastronomia, tanto lá fora como cá dentro, e é precisamente por isso que desenvolvemos estas ações com um chef que, embora inserido noutra zona do país, tem uma ligação muito íntima à gastronomia alentejana. Queremos levar esses produtos a contextos diversos, a cozinhas diferentes, mostrar as várias possibilidades de aplicação de recursos marcadamente alentejanos”, explica Vítor Silva.