Domingo, Janeiro 29, 2023
Pub

“Tudo faremos para que o Alentejo seja cada vez mais coeso e mais forte”, disse Ceia d Silva em visita a Elvas (c/som)

- Publicidade -
- Publicidade -

Nos últimos dias o Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, António Ceia da Silva, tem feito um périplo por vários concelhos do Alentejo para acompanhar os projetos, a sua execução e os planos para o futuro.

Esta manhã, António Ceia da Silva esteve em Elvas, onde visitou as várias obras a decorrer no concelho, nomeadamente as obras da Escola Básica 2,3 Nº1 de Elvas e o Museu de Arqueologia e Etnografia.

Em declarações aos Jornalistas, Ceia da Silva começou por explicar estas suas visitas, referindo que “a CDDR e, nomeadamente, o que tem a ver com o Programa Operacional (PO) regional deve sair do seu edifício sede em Évora e ir ao território”, sendo que em Elvas observou “obras com grande valor e com grande mais valia para o território”.

Sobre a escola, o Presidente da CCDR considera-a “talvez das obras mais significativas em termos de investimento e também do ponto de vista quer da educação, quer do ponto de vista social”, sendo que sobre o museu caracteriza-o como de “uma dignidade a nível nacional, que não tenho dúvidas que será um museu premiado pela sua arquitetura, mas também pela forma como foi programado”.

Já sobre o funcionamento da CCDRA, Ceia da Silva garante que “tudo faremos para ajudar e colaborar com todas as autarquias, de forma a acelerar a execução deste quadro comunitário, ou seja,  vai haver até do ponto de vista do Conselho Directivo do PO uma aceleração do ponto de vista daquilo que é os pagamentos é e daquilo que é a taxa de comparticipação no sentido de podermos aumentar a taxa de execução”, pois “é fundamental que tenhamos uma boa taxa de execução dos fundos estruturais porque temos o 2030 a iniciar se em maio e temos o Plano de Recuperação de Resiliência que a qualquer momento pode vir a ser executado”.

O líder da CCDRA deixou bem claro que “a nossa grande tarefa é de facto lutarmos todos em conjunto para que esse Plano de Recuperação e Resiliência não seja apenas dedicado ao Litoral e às áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto” e deu o exemplo da inclusão no programa da “Barragem do Pisão é uma grande vitória para esta região e para o esforço integrado que os autarcas fizeram”.

Ceia da Silva deixa ainda claro que é sua intenção que “conseguir que haja mais obras que venham a ser consideradas nesse Plano de recuperação e Resiliência como é o caso da ligação de Sines-Caia ao Poceirão e Caia, que é uma obra falada tantas vezes e que é decisivo que ela possa vir a ser concretizada e portanto tudo faremos para que ela possa ser incluída no plano”.

Outro dos focos do seu trabalho será também a integração das acessibilidades no Plano, pois “a acessibilidades é muito difícil de se conseguir em termos dos Planos Operacionais e no PRR é possível e, permite de facto o financiamento de acessibilidade quer que o Porto de Sines, o grande porto a nível internacional e só será se tiver acessibilidade e se tiver acessibilidades à Europa, e acessibilidades à Europa é exatamente aqui pelo Caia”, sendo que outro quer também colocar na agenda politica regional um projeto “pelo qual os autarcas lutam há muitos anos e todos nós, aqui ao nível do norte do Alentejo, que é a ligação da A6 à A23.”

António Ceia da Silva concluiu referindo que “tudo faremos para que o Alentejo seja cada vez mais coeso, mais forte e tenha mais força reivindicativa junto do poder central”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

- Publicidade -

Mais notícias

Condutor de pesado de mercadorias morre em despiste no IC1 em Ourique

Um homem, de 35 anos, morreu hoje devido ao despiste do veículo pesado de mercadorias que conduzia, no Itinerário Complementar 1 (IC1), na zona...

António Chainho com concerto magistral em Reguengos de Monsaraz (c/fotos)

O músico e compositor António Chainho estreou um novo espetáculo este sábado, no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz, numa retrospetiva de carreira que...