Trovoada da noite passada provocou mais de 2600 descargas eléctricas. Veja as imagens

Conforme tem sido noticiado, a noite entre os dias 20 e 21 de Julho foi marcada por uma grande instabilidade meteorológica, nomeadamente com trovoada na região Centro e Sul do país.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, na noite de 20 de Julho e madrugada do dia 21 de Julho, a instabilidade associada a uma depressão em altitude, centrada a sudoeste de Lisboa e em movimento lento para nordeste, deu origem a forte actividade eléctrica na zona centro e sul. O número de descargas eléctricas que atingiram o solo, registadas em 12h, entre as 21h do dia 20 e as 9h00 do dia 21, foi superior a 2600 (figura 1).

Ainda segundo a mesma fonte, este evento foi muito visível, não só por ter ocorrido durante a noite, mas também pela ocorrência de um elevado número de descargas eléctricas intranuvem e entre nuvens.

A figura 2 representa o número total de descargas (somatório de descargas intranuvem, entre nuvens e nuvem solo) no território, registadas na rede nacional de descargas eléctricas do IPMA. O número total de ocorrências ultrapassou as 13500.

Fique de seguida com um vídeo onde pode observar uma sobreposição de imagens satélite, imagens radar e descargas eléctricas, que se verificaram no dia de hoje sobre o território de Portugal Continental entre 10h00 e, aproximadamente, as 17h30.