Trabalhadores das Pedreiras reivindicaram, em Lisboa, a eliminação do factor de sustentabilidade nas reformas antecipadas

Várias dezenas de trabalhadores das pedreiras e mineiros deslocaram-se, esta quarta-feira, a Lisboa para um protesto, reivindicando a eliminação do factor de sustentabilidade nas reformas antecipadas.

Os trabalhadores contaram com o apoio do secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos.

O protesto iniciou-se junto ao teatro Maria Matos e terminou à porta do Ministério do Trabalho, onde os trabalhadores receberam novamente a promessa do Governo de acabar com esta penalização.

Representantes dos trabalhadores deste sector foram recebidos por responsáveis do Ministério do Trabalho, tendo sido entregue um abaixo-assinado com quase mil assinaturas de trabalhadores, onde é reivindicado o fim daquela penalização, à não consideração do aumento da esperança média de vida, através da manutenção nos 50 anos para a idade de reforma antecipada, além da melhoria na contagem do tempo.