Tem dificuldade em aquecer a casa no Inverno? 80% dos portugueses também

Aquecedor

Segundo o novo inquérito da Comparamais sobre a pobreza energética em Portugal, 90% dos portugueses têm frio dentro da própria casa no Inverno, com 80% a afirmar que a origem deste desconforto térmico é a dificuldade em aquecer o lar. 

71% dos portugueses tem mais dificuldade em pagar a eletricidade no Inverno

Os aquecedores e termoventiladores são a principal opção de aquecimento em Portugal, mas elevam os consumos de energia. A consequência disso é que 36% dos inquiridos sofre um aumento na conta de eletricidade entre 25€ e 50€, enquanto para 34% das famílias  a diferença nas faturas supera os 50€ mensais. Por causa destas subidas, 71% das pessoas têm mais dificuldade em pagar a eletricidade no Inverno.

Redução nos preços de eletricidade ajudaria no aquecimento de 92% das casas

Cientes do impacto do aquecimento da casa nos gastos com eletricidade, 78% dos portugueses evitam ligar estes equipamentos para não aumentar as despesas. E 92% das pessoas afirmam que se a eletricidade fosse mais barata teriam mais facilidade em aquecer o seu lar

Tentando contrariar este problema, 40% dos inquiridos pretende trocar de fornecedor de eletricidade nos próximos meses. E, reconhecendo as vantagens obtidas ao comparar os preços de energia (em 2020 a Comparamais permitiu uma poupança média de 200€ aos seus utilizadores), 90% vai usar usar um simulador de preços de luz e gás para encontrar um preço de eletricidade mais baixo.

Análise do Diretor de Energia da Comparamais, Rui Mota:

“Muitos portugueses têm dificuldade em aquecer a casa no Inverno por causa dos preços elevados da eletricidade, e sentem frio dentro da sua habitação. Existem duas soluções para este problema, que são a compra de novos equipamentos ou encontrar preços de luz e gás mais baratos. E por isso há cada vez mais pessoas a trocar de fornecedor de energia. Nessa situação ficam evidentes as vantagens de usar o simulador de preços de luz e gás da Comparamais, que permite aos utilizadores pouparem, em média, 200€ por ano nas faturas”.

Veja mais informações sobre o inquérito da Comparamais em:

80% dos portugueses tem dificuldade para aquecer a casa no Inverno