Terça-feira, Agosto 16, 2022
Pub
Pub

Sousel: Investimento superior a 890m€ vai requalificar Igreja de N.S. da Orada. Obras iniciam em maio (c/fotos)

- Publicidade -
- Publicidade -

A Igreja de Nossa Senhora da Orada, em Sousel, vai ser alvo de obras de conservação e restauro, num investimento que ultrapassa os 890 mil euros.

Esta terça-feira foi assinado o contrato de adjudicação da obra, entre a Paróquia e a empresa Vestígios e Lugares, esta que terá de executar a obra em 12 meses.

Presentes nesta cerimónia estiveram o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, o presidente da Câmara Municipal de Sousel, Manuel Valério, o pároco, Pe. António Nabais e os representantes da empresa.

Com esta obra de conservação e restauro o património integrado, visando ações de limpeza, consolidação, estabilização dos bens patrimoniais e a reposição estética de intervenções descaracterizadoras, por forma a manter um património que é classificado.

Ao que sabemos o projeto prevê uma intervenção no exterior, nomeadamente nas coberturas, rebocos, vãos, cantarias e torre sineira, tendo como objetivo fundamental a preservação do imóvel, minimizando assim as causas de degradação do património integrado – abóbadas, retábulos, revestimentos parietais de pintura e azulejos, etc..

Em declarações aos jornalistas, o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, disse que “é uma preocupação muito grande que nós temos na Arquidiocese de Évora e que eu tinha concretamente era esta Igreja de Nossa Senhora da Orada pois ela assinala algo muito importante, tem a ver com a independência de Portugal, a crise de 1383-1385 onde esteve em causa a possibilidade da nossa autonomia, da nossa identidade como povo, como nação”.

D. Francisco Senra Coelho frisou que “esta igreja tem tanto a ver connosco, se nós hoje respiramos, se temos uma pátria que é a nossa língua, se nós hoje somos uma nação como uma marca que é a lusofonia, é porque somos independentes”.

Como é que seria possível nós deixarmos esta igreja que é memória desta oração entrar em decadência e a entrar em situação de descuido quando é um espaço tão rico em azulejaria”, referiu D. Francisco Senra, que sugeriu “que esta igreja fizesse parte de uma rota de azulejos, uma rota turística, temática porque é de uma riqueza enorme.

Esta obra tem um custo total de 898.101 euros, sendo 85% financiado por fundos comunitários e os restantes 15% financiados pela Câmara de Sousel, tendo o autarca Manuel Valério referido que “é uma igreja que diz muito à população de Sousel, é aqui que está a nossa padroeira e é sem dúvida a igreja que mais debilitada está e daí haver três fases desta empreitada, que é a requalificação da zona interior, a parte exterior e depois a requalificação de toda a zona envolvente”, acrescentando que “o município não ficou parado, há um outro projeto cujo concurso será lançado em breve, que levará à requalificação da entrada oeste, de quem vem de Cano até à Igreja do Convento e depois dessa obra ficará esta  entrada em Sousel completamente renovado”.

Manuel Valério deixou ainda a garantia que “a Câmara não ficará por aqui, embora não seja sua competência, está disponível para colaborar com a paróquia para a recuperação de outras igrejas, porque estão elas todas debilitadas, mas um passo de cada vez e estamos a aguardar a saída de avisos para o próximo quadro comunitário para ver se conseguimos candidatá-las”.

Por sua vez, o Pároco de Sousel, Pe. António Nabais disse que “este era um sonho antigo de alguns e foi um processo com muitas complicações”, acrescentando que “o Presidente da Câmara decidiu começar por esta igreja, até porque é esta a igreja que está a necessitar de obras urgentes, especialmente nas coberturas

O Pároco concluiu referindo que “ficarei muito feliz se ainda cá estiver para ver a inauguração destas obras, poder fazer a festa e a procissão”.

Fique de seguida com as imagens desta cerimónia, numa reportagem de Hugo Calado:

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Mulher de 28 anos é vítima mortal de colisão no concelho de Grândola

Uma mulher, de 28 anos, é a vítima mortal da colisão rodoviária de dois veículos ligeiros de passageiros ocorrida esta segunda-feira na Estrada Nacional...

Um morto e dois feridos graves em colisão na EN261 no concelho de Grândola

Uma pessoa morreu e outras duas sofreram ferimentos graves numa colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros ocorrida esta segunda-feira na Estrada Nacional 261...