Serviços da Segurança Social de Redondo passam para edifício municipal, garantindo o serviço nos próximos 20 anos

ODigital.pt pode avançar que, o Município de Redondo e o Instituto da Segurança Social (ISS) celebraram um protocolo para que os serviços locais da Segurança Social passem a funcionar num edifício municipal.

O protocolo prevê que Instituto da Segurança Social pague as despesas de funcionamento, por via de uma contrapartida pecuniária mensal de cerca de 270 euros. Este protocolo entre a autarquia de Redondo e a Segurança Social tem uma vigência de 20 anos (2018-2038).

Assim, os serviços que actualmente funcionam num edifício privado, na Rua Comendador Ruy Gomes passarão a funcionar no antigo Mercado Municipal, permitindo assim uma poupança de milhares de euros aos Estado Português.

Deste modo o Governo Português já autorizou Conselho Directivo do Instituto da Segurança Social a assumir os encargos orçamentais decorrentes do Protocolo de Colaboração celebrado com o Município do Redondo, no montante máximo global de 64 916,40 euros, que serão repartidos da seguinte forma:

2018: (euro)1 050,00 (mil e cinquenta euros);

2019: (euro)1 900,80 (mil e novecentos euros e oitenta cêntimos);

2020: (euro)2 007,24 (dois mil e sete euros e vinte e quatro cêntimos);

2021: (euro)2 119,65 (dois mil, cento e dezanove euros e sessenta e cinco cêntimos);

2022: (euro)2 238,35 (dois mil, duzentos e trinta e oito euros e trinta e cinco cêntimos);

2023: (euro)2 363,70 (dois mil, trezentos e sessenta e três euros e setenta cêntimos);

2024: (euro)2 496,07 (dois mil, quatrocentos e noventa e seis euros e sete cêntimos);

2025: 2 635,85 (dois mil, seiscentos e trinta e cinco euros e oitenta e cinco cêntimos);

2026: (euro)2 783,45 (dois mil, setecentos e oitenta e três euros e quarenta e cinco cêntimos);

2027: (euro)2 939,33 (dois mil, novecentos e trinta e nove euros e trinta três cêntimos);

2028: (euro)3 103,93 (três mil, cento e três euros e noventa e três cêntimos);

2029: (euro)3 277,75 (três mil, duzentos e setenta e sete euros e setenta e cinco cêntimos);

2030: (euro)3 461,30 (três mil, quatrocentos e sessenta e um euros e trinta cêntimos);

2031: (euro)3 655,14 (três mil, seiscentos e cinquenta e cinco euros e catorze cêntimos);

2032: (euro)3 859,82 (três mil, oitocentos e cinquenta e nove euros e oitenta e dois cêntimos);

2033: (euro)4 075,97 (quatro mil, setenta e cinco euros e noventa e sete cêntimos);

2034: (euro)4 304,23 (quatro mil, trezentos e quatro euros e vinte e três cêntimos);

2035: (euro)4 545,26 (quatro mil, quinhentos e quarenta e cinco euros e vinte e seis cêntimos);

2036: (euro)4 799,80 (quatro mil, setecentos e noventa e nove euros e oitenta cêntimos);

2037: (euro)5 068,59 (cinco mil e sessenta e oito euros e cinquenta e nove cêntimos);

2038: (euro)2 230,18 (dois mil, duzentos e trinta euros e dezoito cêntimos).