Serpa vai inaugurar um novo Museu do Cante

Cante Alentejano

No próximo dia 14 de agosto será inaugurado o novo Museu do Cante, na localidade de Serpa, no distrito de Beja.

Está prevista uma cerimónia oficial, na Alcáçova do Castelo de Serpa, a ter início às 19.00 horas, que será apenas aberta a convidados, devido à limitação de espaços imposta pela pandemia.

Tomé Pires, presidente da Câmara Municipal de Serpa, Paulo Lima, um dos responsáveis pela candidatura do Cante a Património Cultural Imaterial da Humanidade, e Ana Paula Amendoeira, diretora Regional de Cultura do Alentejo, serão os intervenientes, seguindo-se uma visita ao Museu do Cante e a inauguração da exposição “Fotógrafos do Cante”.

Segundo a autarquia de Serpa, “este novo espaço, dedicado exclusivamente ao Cante, nasceu em dois imóveis adquiridos pela autarquia, adjacentes ao edifício já existente. Dotado de um inovador espaço expositivo e interativo, o Centro Interpretativo do Cante, junta-se às valências já existentes, nomeadamente o Centro Documental Manuel Dias Nunes, a galeria de exposições, a loja e o auditório, transformando este equipamento cultural no Museu do Cante.”

A construção do novo equipamento, cujo projeto de museografia tem a parceria da Direção Regional de Cultura do Alentejo, representa um investimento de 336 145,59 euros, cofinanciado pelo Feder, através do Alentejo 2020.