Segurança Social e GNR assinam protocolo para promover ações âmbito do Estatuto do Cuidador Informal

Assinatura de um protocolo com Associação de Borba

No âmbito da Implementação do Estatuto do Cuidador Informal, o Instituto de Segurança Social (ISS) e a Guarda Nacional Republicana (GNR) assinaram hoje um protocolo.

De acordo com a informação disponibilizada, com este protocolo, a GNR irá promover, em todo o território nacional, várias iniciativas como a realização de ações de sensibilização no âmbito do Estatuto do Cuidador Informal, bem como também apoiar potenciais cuidadores informais na instrução do processo de requerimento e ainda sinalizar potenciais cuidadores informais.

No âmbito deste protocolo serão desenvolvidas ações previstas no Plano de Intervenção Específico em vigor para cada Cuidador Informal, nomeadamente, através da cedência de espaços para a organização de sessões de informação e formação.

Ainda segundo os dados divulgados, a GNR vai integrar na Operação Censos Sénior, esclarecimentos temáticos relativos às questões sobre os Cuidadores Informais, bem como caraterizar o tipo de apoio dado pelo cuidador a cada idoso.

Serão ainda apoiadas as crianças e jovens em situação de dependência, no âmbito do Cuidador Informal, para atividades relacionadas com o desenvolvimento psicossocial.

A cerimónia de assinatura contou com a presença do Presidente do Conselho Diretivo do ISS, Rui Fiolhais, e do Comandante do Comando Operacional, Tenente-General José Manuel Lopes dos Santos Correia.

Com o trabalho de proximidade desenvolvido junto das populações, a GNR será um parceiro privilegiado da Segurança Social para a divulgação do Estatuto do Cuidador Informal e das medidas de apoio disponíveis aos cuidadores, em todo o país.