SEF fiscalizou clubes, hotéis e estabelecimentos comerciais, no distrito de Évora, sem encontrar cidadãos a trabalhar ilegalmente

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Nos últimos dias, o Serviço de Estrangeiro e Fronteiras (SEF), realizou no distrito de Évora várias a´cções de fiscalização, não tendo encontrado cidadãos ilegais a trabalhar nesta região.

De acordo com o SEF, “uma das acções versou três clubes de futebol do distrito, registados na Associação de Futebol de Évora, com o intuito de aferir sobre a situação de permanência em território nacional dos jogadores estrangeiros. No total, foram identificados 15 cidadãos, dos quais 11 estrangeiros. Todos os cidadãos estrangeiros encontravam-se em situação de permanência regular em território nacional.”

Foi ainda fiscalizado um “estabelecimento comercial, em Vendas Novas, no qual foram identificados dois cidadãos estrangeiros, ambos em situação regular no País. “

Por fim, o SEF “realizou ainda diligências nos concelhos de Portel, Reguengos de Monsaraz e Mourão. Foram fiscalizadas cinco unidades hoteleiras, tendo sido identificados 14 cidadãos, 10 de nacionalidade portuguesa e quatro de nacionalidade estrangeira, em situação regular. Esta acção de fiscalização teve como objectivo sensibilizar as diferentes unidades para o sistema de boletins de alojamento (SIBA), sistema obrigatório para comunicação por via electrónica do alojamento de cidadãos estrangeiros para todos os estabelecimentos hoteleiros e similares.”