SEF diz “ser falso” que a equipa do Benfica tenha ficado retida no Aeroporto de Beja

Na sequência de algumas noticias vindas a público esta segunda-feira, que davam conta que o Benfica tinha ficado ‘fechado’ no avião em Beja por atrasos do SEF e alfândega, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vem agora esclarecer que “os factos descritos são falsos.”

O SEF esclarece que “o voo em apreço tinha chegada prevista para as 7h40, acabando por aterrar 40 minutos antes da hora prevista.”

“Os dois inspectores nomeados para fazer o respectivo controlo chegaram às boxes de controlo de fronteira às 07H00, tendo observado ainda as manobras de estacionamento do avião. Permaneceram na box de controlo de fronteira cerca de 45 minutos, a aguardar pela chegada dos passageiros.”, acrescenta o SEF.

No comunicado emitido esclarece ainda que “o SEF esteve presente no posto de fronteira do Aeroporto de Beja atempadamente, não tendo existido qualquer má prática da parte do Serviço. Mais ainda, ocorreram situações imprevistas (falha de electricidade e de rede), o que não afectou o controlo de passageiros, já que as respectivas consultas haviam sido feitas previamente pelo SEF”.