SEF deteve individuo, no Baixo Alentejo, indiciado dos crimes de tráfico de pessoas e auxílio à imigração ilegal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras deteve no Baixo Alentejo um indivíduo, por indícios da prática dos crimes de tráfico de seres humanos e auxílio à imigração ilegal.

De acordo com o SEF, “no âmbito de uma investigação criminal em curso, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foram cumpridos, esta quinta-feira, mandados judiciais de detenção e busca domiciliária, emitidos pelo Tribunal Judicial de Grândola.

Segundo a mesma fonte, “o detido terá alegadamente angariado e feito entrar irregularmente em Portugal cidadãos brasileiros, sob o pretexto de falsas viagens em turismo, conduzindo-os depois a uma herdade sua propriedade no baixo Alentejo.”

“Sem qualquer vínculo laboral e remuneração adequada, alegadamente controlava-os e coagia-os a executarem vários tipos de tarefas relacionadas com a edificação e restauração de edifícios dentro da herdade, bem como a executarem toda a espécie de trabalho doméstico”, adianta ainda o SEF.

Ainda segundo a informação disponibilizada, ao detido foi apreendida prova documental e pericial que corroborou a alegada atividade ilícita que efetuava, tendo as vítimas regressado ao país de origem depois de salvaguardada a prova testemunhal.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Setúbal, ontem ao final da tarde, para interrogatório judicial e consequente aplicação de medidas de coação – prisão preventiva.