Reservas de Sangue em Portugal em níveis muito baixos. Há tipos de sague que só chegam para 4 dias

Dar Sangue

Para além da situação que se vive nos Hospitais devido à Covid-19, os serviços hospitalares podem atravessar outra crise devido à falta de sangue.

Segundo o Instituto Português do Sangue e da Transplantação, citado pelo Correio da Manhã, as reservas de sangue em Portugal estão a atingir níveis preocupantes.

Segundo os dados apresentados o stock referente ao tipo B- já só chega para quatro dias e o de tipo 0-, A+ e A- só serve para responder a uma semana de necessidades hospitalares.

Nas declarações prestadas, Alberto Mota, presidente da Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (Fepodabes), reforça que esta situação “pode piorar com o confinamento”, mesmo tendo em conta que a doação de sangue é permitida dentro da situação de confinamento que se vive neste momento. “Empresas onde eram feitas recolhas estão agora em teletrabalho, há entidades (como os bombeiros) que já não permitem a recolha nas suas instalações e as unidades móveis também não podem circular”.

Dado as informações disponibilizada, apela à dádiva de sangue, porque dar sague salva vidas.

Fique de seguida com o gráfico das reservas de sangue em Portugal, disponibilizado pelo site Dador.pt.