Requalificação do Salão Central Eborense inicia-se em Fevereiro e custará cerca de 2,5 milhões de euros

O Município de Évora anunciou que a obra de requalificação do Salão Central Eborense tem início marcado para a segunda quinzena de Fevereiro.

De acordo com a autarquia, “concluídos todos os procedimentos prévios necessários, desde o projecto e planeamento, engenharia financeira, pareceres e autorizações dos organismos que tutelam a gestão patrimonial, prospecções arqueológicas, concurso, visto do Tribunal de Contas, até à adjudicação da empreitada, a Câmara Municipal de Évora está agora finalmente em condições de anunciar publicamente o início das obras de requalificação do edifício do antigo Salão Central Eborense.”

Segundo a informação disponibilizada, na segunda quinzena do próximo mês, Fevereiro, começará a ser montado o estaleiro da obra que irá devolver à cidade de Évora um dos seus mais importantes e icónicos equipamentos culturais.

A TPS – Teixeira, Pinto e Soares, S. A. é a empresa responsável pelos trabalhos, que irão desenrolar-se durante o próximo ano e meio. O investimento, cujo valor ronda os 2,5 Milhões de Euros, está integrado no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano para a cidade de Évora.