Redondo: Pedro Chagas Freitas afirmou que “estes eventos são decisivos” para aproxima o livro do leitor

Pedr Chagas Freitas

Nos últimos dias, a vila de Redondo acolheu o evento ‘Palavras ao vento | Encontro Literário no coração do Alentejo | XXXIV Feira do Livro’. Um evento que contou com cerca de meia centena de atividades, entre elas a presença do autor Pedro Chagas Freitas que apresentou seu mais recente livro “A Raridade das Coisas Banais”.

Em declarações a’ODigital.pt o autor falou sobre a sua presença no Redondo para apresentar o seu livro, tendo referido que “é uma experiência muito boa, porque permitiu conhecer o público que de outra forma não iria conhecer. E o próprio espaço, é uma atmosfera convidativa para o livro, para a leitura, para de alguma forma olharmos para o mundo de uma maneira diferente.

Pedro Chagas Freitas disse que “tento que os meus livros tenham a capacidade de sairmos um bocadinho do mundo, de olharmos para ele de outra maneira e é isso que vim ao Redondo fazer também, portanto, acaba por ser uma experiência interessante sob todos os pontos de vista, porque permite me também chegar a outros leitores e tenho a certeza de que valeu a pena.

Já sobre o evento que se realizou na vila de Redondo, o autor afirmou que “estes eventos são decisivos, porque permitem às pessoas de cá e das redondezas tentarem, de alguma forma, minimizar a distância que possam porventura sentir em relação ao livro e à leitura”.

Relativamente ao seu livro “A Raridade das Coisas Banais”, Pedro Chagas Freitas disse-nos que “tem tido uma boa aceitação e na minha opinião é de longe o meu melhor livro e espero que seja de longe o mais bem recebido também pelas pessoas. Até agora tem sido muito bom. As pessoas têm gostado, tem comentado, tem falado e espero que continue assim que eu desejo.