Redondo: GNR deteve indivíduos que não respeitaram o isolamento. Um deles estava numa esplanada

Guarda detém indivíduos no Alentejo

A Guarda Nacional Republicana, através do Posto Territorial de Redondo, no dia 23 de outubro, deteve dois homens de 57 e 63 anos, por violação do confinamento obrigatório a que estavam sujeitos, no âmbito da pandemia de COVID-19, na localidade de Redondo, no distrito de Évora.

De acordo com a informação disponibilizada pela GNR, “na sequência de uma informação de que um dos homens estaria a consumir bebidas alcoólicas numa esplanada de um estabelecimento de restauração e bebidas, no centro da localidade, infringido o dever de confinamento obrigatório decretado pela autoridade de saúde pública, os militares da Guarda desenvolveram diligências no sentido de o localizar.”

A GNR acrescenta ainda que “no decorrer das diligências, quando acompanhavam o indivíduo detido ao seu domicílio, foi possível verificar um segundo desrespeito às regras de confinamento por outro indivíduo, sendo este igualmente detido e acompanhado à sua habitação.”

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Redondo.

A GNR recorda que “ficam em confinamento obrigatório no respetivo domicílio ou noutro local definido pelas autoridades de saúde todos os doentes com COVID-19, os infetados com SARS-CoV-2, e os cidadãos relativamente a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado vigilância ativa. A violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência.”