Redondo: Equipa de Futsal-iniciados do Redondense recebidos pela Câmara após ganharem a taça (c/fotos)

Redondense

Depois de terem vencido os Salesianos por 5-0 e ganho a Taça Distrital de Évora, a equipa de Futsal-Iniciados do Redondense Futebol Clube recebeu, esta sexta-feira, as faixas de campeões por parte da Câmara Municipal de Redondo.

A equipa de iniciados foi recebida pelo Executivo da Câmara Municipal de Redondo, nas instalações da Assembleia Municipal, onde receberam as faixas de campões e onde ouviram algumas palavras do presidente do Município de Redondo, António Recto.

Em declarações a’ODigital.pt, o presidente da Câmara Municipal de Redondo, António recto começou por falar nos apoios dados ao clube dizendo que “é uma obrigação para qualquer autarca investir nestes jovens e essencialmente na sua formação, não só na formação como atletas mas também na formação deles como seres humanos”, acrescentando que “o redondense não é uma associação que seja subsidiada, é uma associação apoiada na sua atividade e, por isso, considero que tudo aquilo que a Câmara investe não são subsídios, à semelhança do que acontece com outras associações do concelho e ainda bem que são várias, porque estão viradas para a formação dos homens de amanhã”.

António Recto disse estar “orgulhoso”, pois “este título reflete o trabalho que o Redondense tem feito ao longo dos anos, porque podia ser apoiado e o trabalho não se verificar, mas não é o caso”, referindo que “há ali cerca de 90 jovens em formação e isso é de louvar, é um trabalho que temos de enaltecer e isto orgulha qualquer autarca e eu não sou nenhuma exceção”.

Falámos também com o treinado desta equipa, Luís Marono, que confidenciou que “as vitórias são sempre difíceis e esta ainda mais até pela forma como as coisas aconteceram”, acrescentando que “não treinamos tudo aquilo que queríamos, até porque estes miúdos estavam preparados para jogar futebol 11, mas como não havia pessoal suficiente devido á pandemia, tivemos de optar por fazer futsal”.

O treinador referiu também que “estes jovens até têm a ganhar com o futsal, porque nesta modalidade, provavelmente eles até vão apurar melhor a técnica, do que se fosse no futebol 11 e no futuro vão ganhar com esta experieêcia”.

Já sobre a vitória, Luís Marono diz que “foi um percurso fácil de formação até chegarmos a campeões, porque todos começaram comigo nas escolinhas e conhecemo-nos todos bem”.

Já Joaquim Saldanha, Coordenador Técnico do Redondense, disse-nos que “as medidas de combate à pandemia atrapalharam um pouco a situação, mas tentámos arranjar uma solução que agradasse e conseguíssemos cativar os miúdos para ficarem no nosso clube e então conseguimos adaptar os miúdos do futebol 11 ao futsal e penso que é uma mais-valia para todos, pois em termos de técnica eles conseguem evoluir”.

O responsável vincou que “o Redondense pela sua idade sempre foi de futebol, mas o fusal também foi uma grande etapa no clube e nós pensámos dar um novo desafio aos meninos e conseguimos através de uma nova logística, também através de um grande ajuda da Câmara”.

Fique de seguida com as imagens desta cerimónia, numa reportagem de Hugo Calado: