Rede elétrica chega a 25 casas e explorações agrícolas da serra de Serpa

Eletricidade

A rede elétrica vai chegar, a partir de segunda-feira, a mais 25 casas e explorações agrícolas da serra de Serpa, no distrito de Beja, após um investimento de 554 mil euros, anunciou hoje a câmara municipal.

Trata-se da entrada em funcionamento da fase da eletrificação rural da Zona da Neta e Pulo do Lobo, na serra de Serpa, explicou o município, em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a autarquia alentejana, esta obra, que resultou de um acordo celebrado em fevereiro de 2019 entre a Câmara de Serpa e a EDP Distribuição (atual E-Redes), envolveu um investimento de 554 mil euros.

O investimento foi suportado pela E-Redes (85%), e pela Câmara de Serpa e pelos moradores abrangidos (15%)“, adiantou, indicando que este projeto de eletrificação vai beneficiar 25 casas e explorações agrícolas isoladas da Zona da Neta e Pulo do Lobo.

Para a sua concretização, precisou a câmara municipal, foram construídos cerca de nove quilómetros de linhas aéreas de média tensão, além de redes aéreas de baixa tensão, e instalados oito postos de transformação, com uma potência total instalada de 400 quilovoltampere (kVA).

De acordo com o município, desde o início da eletrificação da serra de Serpa, já foram beneficiadas cerca de 250 habitações e explorações.

A eletrificação da serra é sinónimo de desenvolvimento do concelho, uma vez que permite que pessoas e empresas se fixem naquele território“, sublinhou.

A entrada em funcionamento desta fase da eletrificação rural vai ser assinada na segunda-feira, às 11:00, com uma cerimónia no edifício da antiga Escola Primária de Cabeceiras de Vale Queimado.