Quarta-feira, Setembro 28, 2022
Pub

Rede de cartórios alargada a Mora, Almodôvar e Cuba

- Publicidade -
- Publicidade -

A Ordem dos Notários anunciou hoje o alargamento da rede de notários a 27 localidade, incluindo 12 concelhos onde este serviço ainda não existia, estando a atribuição de licenças para a abertura de novos cartórios agendada para segunda-feira.

“A rede de cartórios notariais, que conta já com 450 cartórios no continente e ilhas, será alargada a 27 localidades, 12 das quais no interior e ilhas, onde não existem cartórios, permitindo a estas populações, muitas vezes esquecidas, o acesso a serviços sem a necessidade de se deslocarem a outras localidades”, adianta um comunicado da Ordem dos Notários hoje divulgado.

Segundo a nota, “os habitantes de Mora, Pampilhosa da Serra, Mêda, Ribeira Grande, Figueira de Castelo Rodrigo, Vila Franca do Campo, Sardoal, Almodôvar, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Paiva, Cuba e Mação poderão, em breve, ver facilitados o pedido de certificados, procurações e reconhecimentos de assinaturas e aceder a novos serviços como o arquivo eletrónico nacional de escrituras”, entre outros serviços notariais.

“Segundo a Ordem dos Notários, mais de um milhão de pessoas são atendidas por ano nos cartórios notariais que prestam aos cidadãos serviços públicos essenciais”, refere o comunicado.

A nota adianta que “a atribuição de licenças, no âmbito do 8.º concurso público”, terá lugar no dia 04 de julho, pelas 11:00, na sede da Ordem dos Notários”, estando prevista a presença do secretário de Estado da Justiça, Pedro Tavares.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Novo comandante da Capitania de Sines atento ao crescimento do porto local

O novo comandante da Capitania do Porto de Sines (Setúbal) e da Polícia Marítima local, Luís Filipe Duarte, disse hoje que vai focar a...

Crise/Energia: Presidente da empresa do Alqueva não espera “restrições” de água em outubro

O presidente da empresa gestora do Alqueva, José Pedro Salema, disse hoje não antever, a partir de 01 de outubro, “quaisquer restrições” ao uso...