Reabilitação do sistema abaluartado de Campo Maior registada em livro

Campo Maior

A reabilitação do sistema abaluartado de Campo Maior está registada num livro que vai ser apresentado, no próximo dia 11 de setembro.

A Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) e a Câmara Municipal de Campo Maior apresentam o livro “Requalificação do sistema abaluartado de Campo Maior – Da Praça Militar à Praça Pública”, dia 11 de setembro, pelas 18h30, na Praça Velha da fortificação.

Coordenado por Sofia Aleixo (Arq.ª) e editado por Cariátides Cultura, com o financiamento do Alentejo 2020 (CCDRA) e DRCAlentejo em parceria com a Câmara Municipal de Campo Maior, o livro regista todo o processo de reabilitação, conservação e restauro que permitiu a requalificação do sistema abaluartado de Campo Maior reunindo textos e fotografias de diversos autores, bem como documentação histórica e desenhos de projeto. 

Classificada como Monumento Nacional, esta estrutura militar é uma das mais importantes fortificações do Alto Alentejo que se insere num vasto conjunto de fortalezas da região fronteiriça da raia, constituído por exemplares únicos de arquitetura militar que testemunham séculos de história.

As obras de requalificação efetuadas na sequência de candidatura apresentada ao Alentejo 2020 pela DRCAlentejo, em parceria com o Município de Campo Maior que assumiu a componente nacional do financiamento, foram inauguradas no passado mês de julho, momento a partir do qual se passou também a poder visitar o novo Centro Interpretativo da Fortificação Abaluartada de Campo Maior, um dos espaços adaptados para fruição pública.

A sessão de apresentação pública do livro, a 11 de setembro, contará com a presença e intervenção da Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, do Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, João Muacho, do projetista da obra de requalificação, Arq.º Vítor Mestre e do especialista em História Militar, Tenente-Coronel José Ribeiro.