“Queremos uma estrada”, assim gritou a população de Bencatel (Vila Viçosa) num protesto, em dia de eleições (c/fotos)

Manifestação em Bencatel

Pela terceira vez a população de Bencatel voltou a manifestar-se contra aquilo que dizem ser “a criação de uma ilha no Alentejo”, com o corte da estrada que liga esta localidade a Vila Viçosa.

O protesto deste domingo, juntou centenas de pessoas junto à assembleia de voto para as eleições presidenciais da freguesia de Bencatel.

Com início marcado para as 14 horas, este protesto prolongou-se pela tarde, com a população a entoar palavras de ordem como “queremos uma estrada”. “também somos Portugal”, “não há estrada, não há voto” ou “queremos soluções”, manifestando-se assim contra o corte da Estrada Nacional 254, no troço que liga Bencatel a Vila Viçosa.

Após algum tempo junto à assembleia de voto, a população dirigiu-se a pé até junto à estrada que foi cortada por motivos de segurança, alega a Infraestruturas de Portugal.

Recorde-se que com o corte desta estrada, a população terá de sair do concelho e de fazer mais de duas dezenas de quilómetros para chegar à sede de concelho, ou então utiliza uma estrada de terra batida, agora improvisada pelo proprietário da pedreira que está a causar toda esta situação.

De salientar que este protesto foi seguido ao longe por um dispositivo de segurança da Guarda Nacional Republicana.

Fique com algumas imagens deste protesto, numa reportagem de Hugo Calado: