“Quanto mais a CCDR estiver envolvida com instituições que lutem por projetos no Alentejo, melhor”, disse Ceia da Silva

Ceia da Silva

Como já noticiámos, decorreu esta sexta-feira no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo a assinatura do manifesto de apoio ao Corredor Sudoeste Ibérico pelos presidentes da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo, António Ceia da Silva, e da Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL), José Calixto.

Em declarações aos jornalistas, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, António Ceia da Silva, deixou claro que “quanto mais a Comissão de Coordenação estiver envolvida com a sociedade civil e com instituições que lutam por projetos que são importantes para o nosso desenvolvimento regional como é o caso da ligação Lisboa-Madrid, melhor e obviamente que nós temos de estar associados”.

A propósito das funções do Presidente da Comissão de Coordenação, Ceia da Silva afirmou que “não é representar o Governo na região, é mais representar a região junto do Governo”, justificando assim a adesão da CCDRA a este manifesto.