“Proposta de Inscrição” na Lista do Património Mundial da UNESCO elaborada pelo Município de Vila Viçosa foi aprovada

Na sequência da inscrição do Bem “Vila Viçosa, vila ducal renascentista” na Lista Indicativa de Portugal ao Património Mundial da UNESCO, o que significa o reconhecimento nacional e institucional dos seus valores patrimoniais, foi concedida uma prioridade absoluta à elaboração dos vários volumes que constituem a estrutura da proposta final do documento de inscrição.

Após a recente aprovação do Plano de Gestão e dos respectivos anexos, que contém a visão sobre a gestão do futuro do Bem, e do Vol. III – Estudos Históricos, que reúne os estudos históricos especializados sobre as mais-valias da “vila ducal renascentista”, o volume relacionado com a “Proposta de Inscrição” na Lista do Património Mundial do Bem designado “Vila Viçosa, vila ducal renascentista”, foi objecto do reforço da minúcia e da fundamentação dos atributos e dos critérios de valor universal excepcional, mormente da forma como podem ser apreciados, assim como da densificação da análise comparativa, no âmbito do contexto nacional e internacional.

Recordamos que, o processo de discussão pública, que decorreu até 31 de Dezembro de 2018, permitiu desencadear um amplo movimento de cooperação e constituiu um contributo muito enriquecedor e um incentivo encorajador para a última etapa deste exigente processo, tendo reflexos positivos na qualidade geral do dossiê.

Assim, o Executivo Municipal, em Reunião Ordinária da Câmara Municipal de 29 de Maio de 2019, deliberou aprovar a “Proposta de Inscrição” na Lista do Património Mundial da UNESCO, elaborada pelo Município de Vila Viçosa, pelo que já se encontram aprovados os três volumes que integram o dossiê final de candidatura à inscrição.