Projeto “Internacional + Estações Náuticas do Alentejo” vai apostar em Espanha, Reino Unido e Suécia

Estações náuticas do Alentejo

O Sines Tecnopolo e a Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL) apresentaram, esta semana, o projeto “Internacionalizar + Estações Náuticas do Alentejo”.

Um projeto que tem como objetivo a valorização e promoção internacional das estações náuticas do Alentejo, nos mercados de Espanha, Reino Unido e Suécia.

A apresentação do projeto ocorreu por videoconferência, com a presença de António José Correia, do Fórum Oceano, de Vítor Silva, presidente da ARPTA e da ERTA, bem como o presidente da câmara de Moura, o presidente da Câmara de Sines e os vereadores das Câmaras de Avis, Reguengos de Monsaraz e Odemira. Presentes estiveram ainda os representantes do Sines Tecnopolo, da ADRAL e também da Comissão de Coordenação Regional do Alentejo.

Andreia Cordeiro, do Sines Tecnopolo e Gestora do Projeto, explicou que “o principal objetivo do projeto é internacionalizar as estações náuticas do Alentejo”, tendo destacado a importância das atividades turísticas do Alqueva, da Barragem do Maranhão e também a região de Odemira e Sines.

A gestora do projeto revelou que “o investimento total deste projeto é de cerca de 361.235 euros, a serem executados ao longo de 2021 e 2022”, salientando que o projeto passará por “desenvolver ferramentas que possam levar o nome do Alentejo e em particular das estações náuticas a vários mercados internacionais, visando sempre o estimular das exportações das empresas que integram as estações náuticas”.

Nesta apresentação foi ainda explicado que “foram escolhidos para a internacionalização três mercados a Espanha, Reino Unido e Suécia, tendo em conta o projeto nacional de internacionalização levado a cabo pelo Fórum Oceano”.

Relativamente a atividades do projeto, Andreia Cordeiro explicou que são principalmente três, nomeadamente “o programa base de dinamização das estações náuticas em que será criado um e-book, a operação exploratória internacional e a promoção e divulgação de resultados a nível internacional

Recorde-se que atualmente o Alentejo dispõe de 5 Estações Náuticas certificadas, Moura-Alqueva, Avis, Monsaraz, Odemira e Sines que irão também inteirar esta conferência de imprensa e apresentar a respetiva Estação Náutica.