Professora da Universidade de Évora integra o Conselho Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação

Professora da Universidade de évora

O Governo nomeou, hoje, os membros do Conselho Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CNCTI).

No próximo dia 1 de março, será realizada a primeira reunião plenária deste órgão consultivo do Governo para as áreas da ciência, tecnologia e inovação, a qual será realizada no âmbito das audições em curso para a consulta pública do Plano de Recuperação e Resiliência, PRR.

O CNCTI funciona em estreita colaboração com o Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, para o desenvolvimento, reforço e sustentação do sistema científico e tecnológico nacional, assegurando o aconselhamento científico e fomentando o diálogo transversal e interministerial das políticas de ciência, tecnologia e inovação.

Este novo órgão consultivo deve ainda colaborar nos debates parlamentares em matéria de ciência, tecnologia e inovação, sempre que para tal seja solicitado pela Assembleia da República.

O CNCTI será presidido por José Manuel Mendonça, Professor Catedrático no Departamento de Engenharia e Gestão Industrial da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Presidente do Conselho de Administração do INESC TEC.

O plenário do CNCTI integra os presidentes da FCT, da ANI e do IAPMEI, juntamente com 20 individualidades de reconhecido mérito em diferentes áreas do conhecimento e da economia, incluindo líderes académicos, científicos e empresariais com uma ampla diversidade institucional e territorial:

  • Aida Carvalho, CIMO, Inst. Politécnico de Bragança
  • Ângelo Ramalho, EFACEC, Porto
  • Arlindo Oliveira, IST-U Lisboa e INESC, Lisboa
  • Carlos Faro, BIOCANT, U Coimbra, Cantanhede
  • David Malta, Limmtherapeutics/AP Bio, Lisboa;
  • Elvira Fortunato, UNL, CENIMAT-I3N, Almada;
  • Gonçalo Quadros, Critical Software, Coimbra
  • Guido Du Boulay Villax, Hovione, Loures;
  • Henrique Veiga Fernandes, Fundação Champalimaud, Lisboa;
  • Isabel Furtado, TMG, Guimarães;
  • Isabel Sousa Pinto, CIMAR, U Porto, Matosinhos
  • Joana Palha, ICVS, U Minho, Braga;
  • João Barros, U Porto, Inst. Telecomunicações e Veniam, Porto;
  • Joaquim Pedro Torres, AgroGlobal, Santarém
  • Luís Taborda Barata, UBI, Covilhã;
  • Maria Mota, IMM e FMUL, Lisboa;
  • Mónica Bettencourt, IGC, Oeiras;
  • Pedro Adão e Silva, ISCTE; Colabor, Lisboa;
  • Teresa Pinto Correia, Centro de Estudos Mediterrâneos, U Évora;
  • Vítor Neves, Colep, Porto

O CNCTI funciona em plenário e em comissões autónomas (designadamente dos laboratórios de Estado, dos laboratórios associados, dos laboratórios colaborativos, dos centros de interface tecnológico e dos centros académicos clínicos), assim como comissões temáticas, em qualquer área do conhecimento, integrando investigadores e empresários, a indicar pelo plenário do CNCTI.