Portugal tem 17.700 camas para assistência à Covid-19, 4% são no Alentejo

Hospital de Campanha

Nas últimas semanas, tem subido a pressão nos Hospitais portugueses devido ao crescente número de pessoas internadas devido à Covid-19.

Segundo a Ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa, revelou que a capacidade máxima de resposta dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para assistência na pandemia de covid-19 é de cerca de 17.700 camas.

A Governante esclareceu que as unidades hospitalares do SNS dispõem de uma capacidade total de cerca de 21.000 camas, mas que nem todas podem ser enquadradas num contexto de resposta potencial.

Marta Temido salientou que “para efeitos de resposta potencial, estas são 19.700 camas em hospitais gerais: 34% no Norte, 21% no Centro, 36% em Lisboa e Vale do Tejo, 4% no Alentejo e 5% no Algarve. Das cerca de 19.700 camas, algumas não podem ser consideradas para resposta a picos de afluência, com camas afetas a acidentes vasculares cerebrais, problemas coronários ou neonatologia. Por regra, para a nossa contabilização são contabilizadas apenas camas médico-cirúrgicas, ou seja, 17.700. Esta é a capacidade máxima”.