Segunda-feira, Outubro 3, 2022
Pub

Pobreza energética e descarbonização serão temas de conferência

- Publicidade -
- Publicidade -

A pobreza energética, o seu relacionamento com outros tipos de pobreza e os movimentos sociais inclusivos para influenciar a política energética, serão alguns dos temas a debater na Conferencia Internacional sobre Pobreza Energética e Descarbonização.

Este fórum online irá realizar-se entre os dias 1 e 4 de março e reúne mais de 200 intervenientes nacionais e internacionais, desde representantes de consumidores, profissionais do setor da energia, decisores políticos e investigadores, que defendem uma transição energética global mais justa e acessível para todos.

Hoje, 1º dia da Conferência, a realidade de Portugal esteve em destaque com a participação do Secretário de Estado da Energia, João Galamba, do Vereador José Sá Fernandes da Câmara Municipal de Lisboa e de um painel de especialistas nacionais. Foi possível ouvir Luís Silveira Rodrigues, vice-presidente da Direção da DECO afirmar que “É inaceitável que haja famílias a passar frio nas suas casas por não poderem suportar o pagamento das suas faturas de energia”.

João Pedro Gouveia, investigador no Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade (CENSE) da Universidade Nova de Lisboa, corrobora toda esta situação dizendo que a solução deste problema deverá ser acompanhada da “melhoria da eficiência energética do parque edificado”, não esquecendo que é importante que esta melhoria deve ser feita a pensar também nos consumidores.

O fórum organizado por Fuel Poverty Research Network, DECO, CENSE e ENGAGER vai voltar amanhã, dia 2, e será introduzido por Carolina Gouveia e João Pedro Gouveia, conselheira legal da DECO e pesquisador sénior da CENSE.

Fique a saber mais sobre o fórum, assim como os horários das palestras aqui.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Alentejo: Maioria das albufeiras terminou setembro com disponibilidades hídricas inferiores a 30%

Trinta e duas das 58 albufeiras monitorizadas tinham, no final de setembro, disponibilidades hídricas inferiores a 40% do volume total, enquanto três apresentavam valores...

NACEX com novo centro logístico em Évora

A NACEX, empresa de transporte urgente da Logista, reforçou a sua rede na região do Alentejo com a mudança para novas instalações em Évora. Esta...