PJ confirma “indícios de crime e suicídio” no caso dos dois cadáveres encontrados em Grândola

Policia Judiciária

A Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal confirmou hoje que existem “indícios de crime e suicídio” no caso dos dois cadáveres, de pai e filho, encontrados no domingo na serra de Grândola.

“Há indícios de que se tratou de um crime de homicídio da criança pelo próprio pai, que, de seguida, se terá suicidado”, disse à agência Lusa o diretor da PJ de Setúbal, João Bugia.

Os dois corpos, de um homem de nacionalidade alemã e do filho, de 03 anos, foram encontrados no domingo à tarde na serra de Grândola, no distrito de Setúbal.

A GNR foi alertada, mas o caso transitou de imediato para a Polícia Judiciária de Setúbal por haver indícios de crime.

Segundo fontes policiais, o homem mantinha uma “relação conturbada” com a mãe da criança. No início da semana passada, ao contrário do que estaria combinado, o progenitor não entregou o menino à mãe, que, por isso, alertou de imediato a GNR.

A PJ prossegue a investigação enquanto aguarda pelos resultados da autópsia aos dois cadáveres, que poderá ajudar a esclarecer as circunstâncias em que ocorreram as duas mortes.