Pestana Hotel Group garante uma remuneração mínima de 750€

Grupo Pestana

O Pestana Hotel Group (PHG), que detém várias unidades hoteleiras no Alentejo, decidiu retomar a sua política de Remuneração Mínima, fixando o valor mínimo de entrada em 750€ brutos mensais a partir de 1 de janeiro de 2022.

A esta remuneração mínima, acresce o subsídio de alimentação (ou refeitório), o seguro de saúde, descontos em todos os hotéis e pousadas do grupo extensíveis a colaboradores e às suas famílias, formação contínua e programas de mobilidade nacional e internacional, entre outros, num pacote de benefícios competitivo na indústria hoteleira.

“Os recursos humanos têm sido sempre uma prioridade para o Pestana Hotel Group e, seguramente, uma das razões para a sua solidez e crescimento”, afirma José Theotónio, CEO do PHG. “Este pacote de benefícios que temos vindo a desenvolver para todos os nossos colaboradores inscreve-se numa cultura muito forte de confiança e de compromisso para com as pessoas que escolheram trabalhar e crescer connosco. As pessoas são o nosso maior investimento”.

De referir ainda que todos os colaboradores do PHG têm acesso a um conjunto de benefícios, que inclui acesso a um seguro de saúde, consultas médicas e de apoio psicológico gratuitas, iniciativas regulares de formação e desenvolvimento no âmbito da Pestana Academy que apoiam e promovem a progressão de carreira e também programas de mobilidade nacional e em várias geografias, proporcionando experiências únicas de desenvolvimento pessoal e profissional.

Paralelamente, os colaboradores Pestana usufruem de um cartão staff, que oferece descontos & parcerias com condições privilegiadas em hotéis e pousadas Pestana (estadias, restaurantes, spas e vouchers) e em diversos outros parceiros. A empresa adotou também o modelo híbrido de trabalho com teletrabalho para serviços partilhados. No âmbito da sustentabilidade, o grupo fomenta a participação em diversas ações de voluntariado nos campos social e ambiental, promovidas pelo programa interno Planet Guest, sob o mote ‘Somos apenas hóspedes do planeta’.