Peça única de artesanato percorreu em procissão as principais ruas de Elvas (c/fotos)

Peça de artesanato

Saiu às ruas de Elvas, este domingo, uma peça única de artesanato, num ato religioso em Honra da Divina Misericórdia.

A procissão, que ocorreu de uma forma diferente e de acordo com as normas sanitárias, percorreu várias ruas da cidade de Elvas levando uma mensagem de fé, sendo este ato presidido pelo Padre Milton dos Santos.

Este ato religioso ficou ainda marcado pela peça de artesanato que saiu pela primeira vez à rua e que está nesta paróquia desde fevereiro. Uma peça elaborada pelo artesão calipolense António Fialho.

Em declarações a’ODigital, António Fialho explica que “esta peça foi-me pedida pelo meu amigo Carlos Macedo para que fosse feita uma oferenda à paróquia”, acrescentando que “é um trabalho com 2,5 metros de altura por 1,4 de largura, em que está representada a Divina Misericórdia e é uma homenagem que o Carlos quis fazer à sua falecida esposa.”

O artesão calipolense refere também que é “um trabalho que me honra bastante, até por ele me ter escolhido a mim como artesão para elaborar este memorial”, adiantando ainda que “foi um trabalho que demorou ainda algum tempo a fazer, trabalhando de dia e de noite para o ter pronto no tempo previsto”.

Já sobre os materiais e técnicas utilizadas, António Fialho revela que “é tudo em madeira esculpida e tal como outros trabalhos que faço ficou acima das expetativas do cliente e é neste tipo de artesanato que também transmito aquilo que vai na alma.