Operação “Babel” do SEF detecta vários cidadãos estrangeiros a trabalhar ilegalmente na zona de Beja

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) realizou esta segunda-feira, 30 de Setembro, na zona de Beja, uma acção de fiscalização numa exploração agrícola e em dois estabelecimentos comerciais.

Segundo o SEF, “no total, no decorrer da Operação “Babel”,  foram identificados 12 cidadãos estrangeiros, de nacionalidade indostânica, dos quais quatro se encontravam em situação irregular por não possuírem documentos ou visto que os habilitassem a permanecer no Espaço Schengen. Nenhum deles havia dado início ao processo de regularização em território nacional.”

Devido ao estarem ilegais em Portugal, os quatro cidadãos foram notificados para abandonar o País no prazo de vinte dias. Foi também instaurado procedimento contraordenacional à entidade patronal por utilização da actividade de estrangeiro em situação ilegal.