Obras em escola de Beja provocam inundação e deixam mais de mil alunos sem aulas

Escola de Beja

Mais de mil alunos ficaram, esta quinta-feira sem aulas na cidade de Beja, na sequência de uma inundação na Escola Mário Beirão.

De acordo com a informação disponibilizada pela Câmara Municipal de Beja e a Direção do Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja, “a escola está a ser intervencionada no âmbito da operação de remoção de fibrocimento (amianto) dos edifícios escolares do concelho tendo, na Escola Mário Beirão, sido removidas 3.230m2 de coberturas de fibrocimento e 220m2 de claraboias.”

Ainda segundo a Autarquia, “neste momento decorre a instalação da nova cobertura em painel sandwich, operação que está na sua fase inicial”, acrescentando que “a inexistência da cobertura impossibilita, por motivos de segurança, a continuidade das atividades letivas, que serão retomadas assim que estejam reunidas as condições para o normal funcionamento da escola.”

Na sequência desta obra e dada a chuva que tem caído no Alentejo, a água começou a entrar nos edifícios intervencionados, o que levou ao encerramento da escola.