“O regresso à escola presencial é fundamental”, disse Ministro da Administração Interna, no Alentejo (c/som)

Ministro da Administração Interna

Como noticiámos, Elvas e Arronches receberam, esta quarta-feira, a visita do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Acompanhados dos Autarcas Locais, os governantes acompanharam uma ação de sensibilização desenvolvida pela Polícia de Segurança Pública e pela Guarda nacional Republicana em meio escolar, para sensibilizar a comunidade para o combate à pandemia.

Em declarações aos jornalistas, Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna, explicou esta visita a Elvas e Arronches, como uma forma de mostrar “o quão é importante apostarmos na normalidade das nossas vidas, é como o regresso à escola presencial é fundamental”, referindo depois que “o projeto escola segura é há muitos anos uma componente essencial de um trabalho que é de todos, que é da comunidade escolar, que é das forças de segurança e que contribui para um sentimento que está na mão de todos nós”.

O Governante destacou o facto de Portugal ser considerado um dos países mais seguros do mundo, um “desígnio que ganhou agora uma nova dimensão. A segurança tem esta dimensão de saúde associada à segurança. Nós temos neste momento uma grande ação das forças de segurança que sempre foi fundamentalmente pedagógica.”

Eduardo Cabrita reforçou a ideia de que “a responsabilidade pela saúde depende fundamentalmente da ação dos cidadãos, e a ação das forças de segurança é essencialmente pedagógica, fazemo-la, estamos a fazer com a comunidade escolar como fazemos com outros segmentos da sociedade”.

O Ministro da Administração Interna aproveitou a oportunidade para deixar claro que no âmbito do combate à pandemia, “as tradicionais praxes este ano têm de ser outra coisa e, portanto, não é possível o tipo de práticas coletivas para a saúde dos próprios e para a saúde dos amigos, da família e da comunidade. É neste esforço que as forças de segurança são uma parte também da comunidade educativa”.