Domingo, Março 26, 2023
Pub

“O Alentejo é das regiões em que os arquitectos estão mais isolados e dispersos”, refere Cláudia Gaspar

- Publicidade -
- Publicidade -

Como noticiamos entre os dias 13 e 26 de Junho, decorre a eleição dos órgãos sociais da Ordem dos Arquitectos a nível nacional e regional, para o mandato 2020-2022.

Uma das candidatas Secção Regional do Alentejo da Ordem dos Arquitectos é Cláudia Gaspar, que lidera esta lista à Secção Regional nas eleições em que pela primeira vez existirão Secção Regional do Alentejo e estruturas locais, promovendo-se assim uma maior proximidade da Ordem a todos os arquitectos.

Segundo a informação que nos chegou, a candidatura de Cláudia Gaspar tem como objectivo “promover Uma Ordem Presente em todo o território, a Lista A – Uma Ordem Presente no Alentejo”

A candidata refere que “o Alentejo é das regiões em que os arquitectos estão mais isolados e dispersos. Somos, desde o litoral à raia, pouco mais de meio milhar”, referindo que a sua candidatura “pretende estar presente nas várias sub-regiões, no Alto, no Central, no Baixo e no Litoral, de forma a que todo e qualquer arquitecto que exerça na região, sinta que é bem mais do que um mero número na Ordem”.

Cláudia Gaspar destaca que “está entusiasmada e preparada para assumir, com responsabilidade e dedicação, as funções de uma Ordem Presente no Alentejo, que represente todos os colegas de forma abrangente perante a sociedade.”

Caso seja eleita, Cláudia Gaspar, destaca a importância do “diálogo com as instituições, municípios e órgãos de soberania, de forma a actuarmos com mais representatividade nas políticas urbanas da região”, mas outra das suas preocupações será “contribuir para uma profissão mais regulada; criação de uma plataforma eletrónica de urbanismo; bolsas regionais de peritos; promover a criação de networks de colaboração e troca de experiências ajustadas à realidade no terreno”.

A candidata considera que “o Alentejo é uma região muito atractiva em termos de território e paisagem que têm um poder de captação significativa de turismo e segunda habitação. E esse seu potencial cresceu.”

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

- Publicidade -

Mais notícias

Castelo de Vide: A arte dos palhaços vai ser dada a conhecer na casa do povo

A arte dos palhaços vai ser dada a conhecer em Castelo de Vide (Portalegre), através da artista Marina Barbera, natural da Argentina, numa ação...

Elvas: Exposição “Ghana Intemporal” no Forte da Graça

O Forte da Graça, em Elvas (Portalegre), vai acolher uma exposição de fotografia subordinada ao tema "Ghana Intemporal", da autoria de Sérgio Conceição, divulgou...