Novo autarca de Redondo diz que “saberei ouvir e dialogar, mas com determinação saberei decidir (c/fotos)

David Galego

O Auditório do Centro Cultural de Redondo foi o local escolhido para a Tomada de Posse dos órgãos Autárquicos do Concelho de Redondo, nomeadamente o Executivo da Câmara Municipal e a Assembleia Municipal.

Com lotação esgotada, o novo presidente da Câmara Municipal de Redondo, David Galego, eleito pela coligação PPD/PSD.CDS/PP, com 43.73% dos votos, começou por agradecer “a toda a população do concelho de redondo que de uma forma livre e com espírito de cidadania participou no ato eleitoral do dia 26 de setembro”.

No seu discurso, David Galego deixou também o repto à população para que “esteja continuadamente presente naquilo que é a vida de cidadania que vamos ter nos próximos 4 anos.”

O autarca no discurso que proferiu, mencionou os trabalhadores da autarquia, referindo que “é o momento de ouvir todos os trabalhadores, valorizar as suas competências e reconhecer os seus desempenhos, envolvendo todos na tomada de decisão e assegurando que o ambiente é saudável e indutor de energia positiva”.

A “população do concelho de Redondo escolheu de forma clara e inequívoca quem queria ver a liderar os destinos do município nos próximos 4 anos”, destacou David Galego que pediu para os próximos 4 anos “uma oposição responsável e cooperante”.

O autarca afirmou que “vamos trabalhar com empenho, seriedade e responsabilidade, valorizando e dialogando com as forças políticas democraticamente eleitas, com vista a cumprir o único fim da razão de ser autarca, trabalhar em prol da melhoria da qualidade de vida das gentes da nossa terra”.

David Galego deixou claro que “a nossa visão de futuro passa por implementar uma estratégia de atração de investimentos, de dinamização do tecido empresarial e das nossas atividades económicas e referência”, referindo ainda que assume a liderança com uma “visão que assenta no reforço da coesão social, com novas valências diferenciadoras”.

O edil concluiu referindo que “saberei ouvir e dialogar, mas com determinação saberei decidir, pois, na liderança da causa publica a pior decisão é não decidir”, acrescentando que “não basta mudar, hoje um autarca tem de ter ambição e sair da sua zona de conforto, tem de ter ambição, visão e horizontes largos”.

De salientar que para o Executivo da Câmara Municipal tomaram posse David Galego (PPD/PSD.CDS/PP), Sérgio Valente (MICRE), Pedro Roma (PPD/PSD.CDS/PP), Carla Figueiras (PPD/PSD.CDS/PP) e David Grave (CDU).

Fique de seguida com algumas imagens desta tomada de posse, numa reportagem de Hugo Calado: