No primeiro trimestre de 2021, o Porto de Sines cresceu 10% no total e 16% nos contentores

Porto de Sines

Os primeiros três meses de 2021 mostraram que o Porto de Sines mantém a trajetória de crescimento apresentada no final do ano anterior.

De acordo com os dados disponibilizados pela Administração do Porto de Sines, “nos contentores, os 440.645 TEU movimentados de janeiro a março representaram uma evolução homóloga de 16%, com a carga contentorizada de importação e exportação a atingir os 104.391 TEU.”

O conjunto de todos os segmentos de carga “cifrou-se em quase 12 milhões de toneladas movimentadas nos primeiros três meses do ano, representando um crescimento homólogo de 10%, demonstrando que esta infraestrutura portuária não registou impactos relevantes na sequência da recente crise causada pelo bloqueio do Canal do Suez”, indica ainda a empresa.

Já no segmento da carga geral, onde se incluem os contentores, Sines “registou 5,6 milhões de toneladas movimentadas e contribuiu decisivamente para os resultados globais do porto. No segmento de granéis líquidos, onde se incluí o crude, os refinados e o gás natural, registou-se um crescimento homólogo de 4%, com mais de 6 milhões de toneladas movimentadas, mantendo Sines como a principal porta do país para produtos energéticos”, é ainda referido em comunicado.

A Administração do Porto de Sines termina referindo que “os valores apresentados nestes três primeiros meses permitem perspetivar mais um ano positivo para o Porto de Sines, numa altura em que decorre a bom ritmo a ampliação do Terminal de Contentores – Terminal XXI, sem qualquer interferência na operacionalidade do porto, e que irá representar um aumento da capacidade de 2,3 milhões para 4,1 milhões de TEU anuais.”