No Alandroal a fatura da água vai descer em 2021

Fatura da água

Conforme noticiámos esta semana, decorreu, no passado dia 28 de outubro, mais uma Reunião da Câmara Municipal de Alandroal.

Uma das deliberações tomadas nesta reunião foi os preços dos serviços de abastecimento de água, saneamento e resíduos urbanos a praticar em 2021.

De acordo com a informação disponibilizada, por força do endividamento e de compromissos com fundos comunitários, o município não é livre de estabelecer os preços ou reduções que entender para o serviço de águas e está obrigado a praticar os preços recomendados pela ERSAR e a ter taxas de cobertura dos serviços de pelo menos 90%.

A Autarquia esclarece que, estas taxas de cobertura eram muito baixas no início do mandato (por exemplo, 30% nos resíduos urbanos) e graças ao investimento realizado e ao esforço de otimização dos recursos têm vindo a subir. Reflexo disso, a taxa de cobertura nos resíduos urbanos subiu para 110%, o que permite, para 2021, compensar os munícipes com uma redução deste preço em 10% na tarifa fixa e entre 20% e 31% na tarifa variável.

A redução agora aprovada seria ainda maior se não tivesse sido aprovada, pela Agência Portuguesa do Ambiente, para o próximo ano o aumento significativo da TGR (Taxa de Gestão de Resíduos). A redução das tarifas de resíduos urbanos permitirá compensar esse agravamento, e ainda uma redução efetiva nos custos na faturação dos clientes, nesse serviço.

Como a fatura que os munícipes recebem em casa reflete os preços dos três serviços (água, saneamento e resíduos urbanos) e os dois primeiros não se alteram, o valor global a pagar por mês sofre uma redução em relação a 2020.

O presidente da autarquia, João Grilo, afirma que “o município espera poder manter esta trajetória de descida progressiva do preço a pagar e está já a preparar novas medidas que contribuam para isso. Em preparação está a disponibilização aos munícipes da possibilidade de receberem a sua fatura por via eletrónica. Uma vez que os custos com o correio físico são elevados, esta medida, além de ambientalmente ajustada, pode ter reflexos nos preços a pagar. Quanto mais pessoas aderirem à fatura eletrónica, maior será o benefício para todos.”